Iniciei em Imbariê, no final do ano passado, o projeto Memória Social de Imbariê. Em poucas palavras, a proposta é contar a história de alguns personagens e sujeitos coletivos do 3° distrito de Caxias e publicá-las em formato de cartão A5. A ideia é fazer do-in na memória do território e contar alguns boas histórias sobre as bandas de lá…

Na primeira edição, tomei a liberdade de reverenciar o matriarcado contando a história da chegada da Dona Ester por lá. Uma mulher negra, forte, que trabalhou muito na feira e cuidou de uma família enorme. Por acaso, é minha bisavó… rsrs. Os próximos cartões devem ser sobre sujeitos coletivos: 

Revolta F.C. – contando a história dos campeonatos de futebol de lá e da vida social em torno do time, suas festas e excursões…

Mário Melgaço – Dirigente da antiga Aprendizes da Santa Lucia, a escola de samba do bairro e seus carnavais….

A Casa do Charme – um das primeiras equipes que promoveram bailes charmes na década de 1980 por lá…

Enfim, to amarradão com a oportunidade de contar essas histórias e o bacana é que a turma de lá também animou com a iniciativa. Acompanhe por aqui na Lurdinha também. Até a próxima!

 

Memória Social de Imbariê


Henrique Silveira

Henrique Silveira é geógrafo e mestre em Comunicação e Cultura pela UERJ/FEBF. É o Coordenador Executivo da Casa Fluminense.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook