[Matéria do jornalista Josué Cardoso no jornal O Capital.]

Inúmeros amigos e familiares do cantor e compositor Chiquinho Maciel participaram do sepultamento de seu corpo na manhã da ultima sexta-feira (15), no Cemitério Nossa Senhora Das Graças (Tanque do Anil), em Duque de Caxias. O cantor, que havia se submetido a uma cirurgia em uma das pernas recentemente, encontrava-se internado no Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, vindo a falecer na madrugada de quinta-feira (14), por problemas no fígado.

Francisco Carlos Maciel – este é o seu nome de batismo – era funcionário da Prefeitura de Duque de Caxias desde a década de 80, atuando na então Coordenadoria de Cultura e depois na recém-criada Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, onde trabalhou na produção de projetos de interesse coletivo dos músicos da cidade, entre eles o 1º Festival de MPB de Duque de Caxias. Ao lado do também músico Carlos Lima, foi idealizador do projeto “Forró na Feira”, que funciona até hoje.

Chiquinho deixou o curso de História na Faculdade SUAM para dedicar-se mais à música. A partir de meados da década de 70, disputou e venceu alguns festivais em colégios do município e de outros Estados, como São Paulo e Minas Gerais. Seu primeiro show individual – Espera João – foi em 1978, no Teatro Procópio Ferreira, na Câmara Municipal. O segundo foi em 1980, lançado no mesmo local e que percorreu vários espaços do Grande Rio. O seu terceiro show individual foi “Voz do Coração”, em 1983, batendo recorde de público da casa. Participou de gravações com Roberto Carlos, Mara Maravilha, Grupo Nosso Canto e Ramiro Lopes, entre muitos outros.

Fez ainda apresentações em várias casas noturnas do Rio e Baixada, incluindo o Circo Voador. Participou de projetos dividindo palco com cantores como Taiguara, Biafra, Claudio Nucci e Joyce, entre outros, e musicou textos de Maria Clara Machado. Alguns de seus parceiros estimam que Chiquinho Maciel tenha deixado mais de 150 músicas, entre composições individuais e parcerias. Segundo Edu Costa, somente com ele as parcerias são cerca de 50. (Josué Cardoso)

Chiquinho Maciel - cantor e compositor Duque de Caxias


heraldo hb

. Animador cultural, escritor e produtor audiovisual nascido no século XX. .

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookFlickrYouTube