O Faim acontece em Imbariê, terceiro distrito de Caxias. Um festival de artes cheio de gente bonita, trabalhos muito incríveis, integrando poesia e música. De iniciativa independente, puxada pelo Osmar Paulino faz parte deste circuito independente de arte da Baixada fluminense. Até aí já é um prazer escrever sobre. Mas pra gente criada nos bairros da Baixada, nas periferias das periferias o mais valioso dessa história é descer na praça e perguntar onde fica o espaço e os moradores responderem _ vc vai pro festival de artes? Eu estava procurando o salão de festas enquanto passei por umas 4 ou 5 igrejas super bem equipadas.

Fiquei um tempo nas obras e nos encontros com grandes ilustres da cultura baixadense. A Thifanny me pegou pela mão e me mostrou as obras dela, me apontou o telefone e disse que faz por encomendas. Ela tem sete anos. Ela sonha em fazer arte. Isso tudo tem um valor imensurável. Esse que passamos a vida explicando por resto do mundo. Chegar no seu bairro para um festival de artes, onde a pequenina moradora já sabe que pode estar onde quiser. É por isso que não temos 4 ou 5 centros culturais super bem equipados. E é por isso que é tão importante e bonito. É muito bonito ter o privilégio de estar lá e compreender o extraordinário que isso é.

Parabéns e obrigada FAIM

FAIM - Festival de Artes de Imbariê

FAIM - Festival de Artes de Imbariê


Giordana Moreira

Produtora Cultural, fundadora da Roque Pense! rede de Mulheres Produtoras Culturais, e cria da Baixada Fluminense de onde faz rock, cultura urbana e feminismos para o mundo.

More Posts