Em tempos de Pandemia, voz do Poeta Solano Trindade segue ecoando, alertando…

“Trem sujo da Leopoldina

Correndo correndo pra dizer

Tem gente com fome

Tem gente com fome

Tem gente com fome

Piiii…”

E eu entendo que a afirmação do Poeta vai ao encontro da mensagem de Jesus de Nazaré “DAI de comer”. Perceba que esta ação se faz CRITÉRIO para a entrada no Reino de Deus:

Então, dirá o Rei…‘Vinde, abençoados de meu Pai! Recebei como herança o Reino, o qual vos foi preparado desde a fundação do mundo. Pois tive FOME, e me destes de comer…’ Então, os justos desejarão saber: ‘Mas, Senhor! Quando foi que te encontramos com fome e te demos de comer?’… Então o Rei, esclarecendo-lhes responderá: ’Com toda a certeza vos asseguro que, sempre que o fizestes para algum destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.’ ”(Mts 25,31-46)

Pois então… na contramão do sangue derramado na Favela do Jacarezinho (e eu não me canso de perguntar: “Quem é que “bebe” este sangue que escorre!!?) o dia 06/05 foi um dia e tanto! Contrariando as “forças ocultas” que promovem a morte, fruto da parceria entre o Movimenta Caxias e o compromisso com a Socioeducação no Rio de Janeiro, estivemos nas Unidades de Semiliberdade – CRIAAD Nilópolis, Nova Iguaçu e Duque de Caxias, oferecendo para 60 famílias dos adolescentes que cumprem medidas nestas unidades o cartão alimentação no valor de R$ 142,50 e cestas orgânicas de verduras e frutas.

No ano passado (2020), foi possível beneficiar 300 famílias e neste ano (2021), apesar da queda significativa de doações, a ação continua através da campanha nacional ‘’Tem gente com fome’’, organizada pela Coalizão Negra por Direitos com outras instituições sociais que visa atender 222 mil famílias que passam por vulnerabilidade social.

‘’Essa ação, especialmente no contexto da Pandemia em que as famílias estão passando por maior dificuldade, é um grande elo na auto estima na vida desses jovens por serem lembrados, aquece e potencializa os familiares. Essa união é muito significativa, pois ela tem o compromisso com a vida do outro, pois queremos todos eles vivos e sonhando!’’, afirma Helaine do Criaad Nova Iguaçu.

Sim, este segue sendo o tempo de construirmos laços profundos de SOLIDARIEDADE, compromisso com a Vida plena daquelas Pessoas que Jesus de Nazaré chamou de “meus pequeninos irmãos e irmãs”!

Tem gente com fome, dá de comer!!!

Revda Kaká Omowalê

(Desde 1994 em Ação Pastoral a adolescentes em medidas Socioeducativa – RJ)

Fotos: Beatriz Domingos