Manifesto A Baixada Filma

Caros seres audiovisuais do planeta,

Estamos no Recôncavo da Guanabara e temos um recado urgente e necessário pra mandar.

A Baixada Fluminense é, já há um bom tempo, um dos maiores pólos de Produção Audiovisual do país.

Seu pulsante circuito de produção e difusão independente há décadas resiste e reinventa os modos de fazer cultura, botando na roda artistas, técnicos, produtores e trabalhadores da cultura que compõem o elenco das grandes produções fluminenses e nacionais.

A Baixada transmuta estigma em arte e nessa vibe, com tesão e sangue no olhos, a produção audiovisual da região vem cheia de vigor nos últimos anos, com a ação de cineclubes, com realização de curtas, médias e longas-metragens, festivais nacionais e internacionais, oficinas potentes, videoclipes maneiros, youtubers que tiram onda, empresas produtoras que realizam com ânimo redobrado.

Todos acumulando prêmios ao longo de sua história, garantindo reconhecimento à Baixada. São dezenas de filmes e centenas de milhares de visualizações na internet por ano.

A Baixada Filma.

Mas é chegada a hora de um papo reto, olho no olho.

A Baixada é rica, uma região com um dos maiores PIBs do país, mas em termos de investimento está sempre no final da fila. Não dá mais pra esconder essa realidade.

É preciso territorializar os orçamentos do Audiovisual, no Estado e na União. Recolhe-se muito imposto por aqui e o retorno? Praticamente zero.

É preciso um diálogo franco do MinC, da Ancine, da Sav, das Secretarias de Cultura com quem está na ponta do processo, no front pesadão do fazer cultural, sem os tapinhas-nas-costas e as promessas vazias que são o mais do mesmo.

É preciso que haja Políticas Públicas concretas que dêem conta dessa potência – redefinindo a noção de investimento e de formação , garantindo os direitos dessa população que filma, produz, difunde, pensa e faz viva a identidade cinematográfica da Baixada fluminense.

Esse é o recado franco e direto a quem tem canetas na mão e espaços nos jornais e gabinetes: queremos ações concretas já.

O Rio de Janeiro é mais que a cidade do Rio de Janeiro.

A Baixada filma.

 


Assinam:

Anarca Filmes

Baixada Animada – Mostra Ibero-americana de Cinema de Animação

Bcine

BF União Ativa

Boca do Lixo – Produções Audiovisuais

Canal Plá

Cineclube Buraco do Getúlio

Cineclube de Guerrilha da Baixada

Cineclube Donana

Cineclube Imbariê  nos Trilhos

Cineclube Mate Com Angu

Cineclube Velho Brejo

Cineclube XuxuComXis

Cinema de Guerrilha da Baixada

Coletivo Negada

Coletivo Voz Urbana

Dunas Filmes

Dyla Produções

Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu

Experimental Filmes

VER CINE – Festival de Cinema da Baixada Fluminense

Facção Feminista Cineclube

Festival Mate Com Angu de Cinema Popular

Gomeia Galpão Criativo

Grupo Bardo

Iguacine Festival de Cinema da Cidade de Nova Iguaçu

LABORAV (Laboratório de Recursos Audiovisuais/FEBF/UERJ)

Laranja Vulcânica

Lurdinha.Org

Memory Audiovisual

NuVISU – Núcleo de Estudos Visuais em Periferias Urbanas (CNPq/UERJ)

Observatório Social

Porque Não Filmes

Quiprocó Filmes

Roque Pense!

Terreiro de Ideias: Arte, Comunicação, Cultura

Virtù Produções Artísticas

Voz da Baixada

 

Alek Lean

Alex Fabiani

Alita Rego

Anne Santos

Arthur William

Artur Fortes

Átila Bezerra

Beatrix Rodrigues

Bender Arruda

Bia Pimenta – produtora cultural, cineclubista & performer

Cacau Amaral, diretor, roteirista

Carol Vilamaro, diretora, jornalista, roteirista

Catu Gabriela Rizo

Clara de Deus, atriz, produtora

Dani Francisco

Diego Bion

Drica Carneiro

Eduardo Prates

Elizabeth Martins

Érika Nascimento

Éthel Oliveira realizadora montadora cineclubista

Fabi

Fabiano Mixo

Felipe Carvalho

Fernando Sousa

Flávio Machado

Gabriel Barbosa

Germano Mendes

Getúlio Ribeiro

Giordana Moreira, Produtora Cultural

Heraldo HB – cineclubista, realizador

Higor Cabral

Igor Barradas

Isabella Tavares

Isis Perdigão

Janaína Oliveira Re.Fem, cineasta

Jefferson Barbosa

Jon Thomaz – Iluminador & Dir. de Fotografia

José Alsanne

Josinaldo Medeiros

Kathleen Ferreira

Laís Dantas

Liliane Leroux – professora e pesquisadora da FEBF/UERJ, coordenadora do NuVISU

Lorran Dias

Lu Brasil

Luana Pinheiro

Lucas Bileski

Lucas Lima

Ludmila Climaco

Luisa Pitanga

Luiz Carlos Lima

Marcelo Amenduim

Márcio Bertoni

Marcos Maciel

Marcio Graffiti

Mauro Viana

Muriel Alves

Nathalia Cabral

Nicole Peixoto de Souza

Osmar Paulino

Pâmela Onhitram

Paulo China

Paulo Henrique Reis

Rafael Borges

Rafael Mazza

Ralph Campos

Rayane Aranda

Rebecca Joviano

Renan Collier

Renan Rocha

Renato Vallone

Ricardo Rodrigues

Rodrigo Caê

Rodrigo Dutra

Rodrigo Filgueiras Gomes

Sabrina Bitencourt

Sandro Garcia

Sassá Souza

Sheila André

Tadeu Lima

Victor Gracciano

Vitor Teles

Wesley Brasil

Yasmin Thayná


heraldo hb

. Animador cultural, escritor e produtor audiovisual nascido no século XX. .

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookFlickrYouTube