Hoje é dia da Baixada, mas as comemorações começaram semana passada. Várias atividades enfatizaram o quanto a nossa BXD é importante e o quanto precisamos fortalecer cada vez mais a cultura da periferia na periferia.
De certo que eu deveria falar de todos os eventos que rolaram na semana que antecedeu ao dia da Baixada e minha percepção sobre eles, mas apesar de ser múltipla em minha arte e em  meu corre pela periferia, não sou onipresente e só pude ficar na área de Caxias.
Antes de mais nada, para ilustrar melhor essa matéria, essa postagem, essa… essa vivência sobre o meu dia de Baixada, preciso lembrar que essa data existe oficialmente desde ano de 2002 através da Lei Estadual 3.822, de 02/05/2002 e a minha segunda casa (FEBF/UERJ) colaborou para que essa data fosse reconhecida.
Se para as pessoas que moram no centro do Rio de Janeiro ou na Zona Sul o acesso a cultura é mais fácil e mais confortável e para as pessoas que moram na Baixada as coisas em termos culturais só funcionam se forem para o “centrão”, lamento em lhes informar que estão equivocados. Aqui existe uma cultura latente e só quem é “cria” da Baixada sabe o quanto é sofrido colocar o bloco na rua  e fazer a coisa acontecer, mas ela acontece e de forma genuína.
É uma cultura da Periferia para a periferia e para o mundo, porque somos fortes, somos potência.
Sem mais delongas, falarei sobre o evento de sexta feira (26/04) que aconteceu no Teatro FIRJAN SESI CAXIAS. Foram vários convidados, entre pintores, dançarinos, atores e atrizes, músicos e empreendedores e eu estava lá não somente como comunicadora comunitária ou para fazer vídeos para o meu canal, mas estava também como empreendedora e grafiteira representando na fala os coletivos dos quais eu faço parte: Afrocriadores e Afro Mulheres de Opinião (AmoCrew) , mas acima de tudo estava representando a mulher negra e periférica que vem conquistando cada vez mais o seu lugar de fala.
Foi uma honra estar no mesmo lugar que a galera do Cine Clube Mate com Angu, Gomeia Galpão Criativo, Paulo Ramos, Kleber Lisboa, Centro de Artes da Baixada e muitos outros que abrilhantaram a noite de comemoração. O teatro estava lotado provando que o povo da periferia sabe fazer cultura e sabe onde pode encontrar a mesma dentro da Baixada. Lógico, que ainda existe uma baixada que não conhece a própria baixada, mas para isso existem pessoas como nós que somos como pássaros espalhando as sementes.
As fotos desse dia podem ser visualizadas clicando AQUI

Dia da baixada no SESI
Foto: Amaro Martins

 

Já no dia 27/04 as comemorações continuaram no Centro Cultural Lira de Ouro com o aniversário da Cypher Kids, um projeto idealizado pelo coreógrafo  Diego Tecknico. Além da batalha das crianças e dos adultos, rolou também os grafiteiros da Baixada Graffiti que deixaram sua arte no local. Grafitaram no dia: Ops, Mais Alto, Jaime Arteiro, eu, Lu Brasil, e Iamê que mora no Rio, mas sempre está em nossa quebrada participando dos corres culturais da Baixada.
O Centro Cultural Lira de Ouro está com uma nova gestão só de mulheres, a presidência fica por conta da Produtora e Ativista Cultural Clara de Deus.

Mais fotos desse dia podem ser visualizadas clicando AQUI 

.

E hoje que é de fato do dia da Baixada tem programação o dia todo no centro de Duque de Caxias.

Veja a programação abaixo:

BIBLIOTECA GOV LEONEL DE MOURA BRIZOLA
(Praça do Pacificador – Centro – DC)
10h – Capa Comics (Stand e Caricatura ao vivo)
10h – Equipe Leonel (distribuição de marca páginas e pequenos textos Literários)
11h – Contação de histórias
PRAÇA DO PACIFICADOR
(Centro – DC)
10h – Abertura da Expo Social com stands de serviços em geral (saúde, educação, exames de vista, moda e beleza)
11h – Coral e Banda
13h – Grupo teatral ENCENAR
15h – Show musical com a Escola Elite Musical
15h – Tecendo um Rede de Leitura (Stand e distribuição de poesias no decorrer do evento)
16h – Slam de poesia urbana
17h – Encerramento da Expo Social
18h – Especial Dia do Trabalhador com Caravana do Samba
19h – Batalha de rima do Raul Cortez
TEATRO RAUL CORTEZ
(Praça do Pacificador – Centro – DC)
18h – Exibição gratuita de filmes de cineastas caxienses
*Entrega das medalhas Chiquinho Maciel aos homenageados
Serviço
“ESPECIAL DIA DA BAIXADA”
Dia 30 de Abril de 2019
– Biblioteca Municipal Gov. Leonel de Moura Brizola (Praça do Pacificador)
Horário: 10h às 11h
– Praça do Pacificador (Centro – Duque de Caxias)
Horário: 10h às 19h
– Teatro Municipal Raul Cortez (Praça do Pacificador)
Horário: 18h
Promoção: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo

APROVEITEM E VIVA A NOSSA BAIXADA,  PORQUE AQUI NASCEM OS FORTES.

.

Lu Brasil
https://periferiaemmovimentos.blogspot.com