Que manhã é essa?

Nós, que já tivemos cheiro de eucaliptos na nossa infância, hoje recebemos cheiro de lixo. Sim, a nossa Vila São José, que nasceu como Vila Modelo para o Brasil. Que teve de tudo. Que os primeiros moradores colocavam seus saquinhos de lixo na porta para o burro “Verdugo” passar e recolher, de rua em rua. Que depois teve no caminhão da Luta Democrática, sob supervisão do Seu Budião a mesma função. A Vila São José, primeiro bairro de Caxias a virar livro por um morador da própria Vila. A Vila que por anos recebeu grupos de europeus, principalmente da Suécia pra jogar bola no Caldeirão do Azeitona e depois comer feijoada no Bar do Índio, rua 19. sim…Olhem o que estão fazendo com ela. Lixeiras no meio dela. Doenças, Dengue se espalhando pelo Brasil…

Os poucos que estão empenhados em trazer essa Vila aos bons tempos devem seguir lutando e chamando novos soldados do Bem. Por isso, não vendam seus votos. Saibam quem é o candidato. Pois os paraquedistas ganham a eleição e deixam um saco de lixo na nossa porta.

Por fim. Não sou candidato a nada. Sou apenas o menino Tonho que aqui chegou criança e depois virou, por graça de Deus, Escritor. E por agora conta uma história que não queria contar. Mas o Bem sempre vence o mal. Agindo Deus, quem impedirá?

E um Bom dia, Vila São José. (C.A.)

 

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.