Um mês depois de ser construído o Memorial Nossos Passos Vem de Longe, em homenagem às Mulheres Negras Ativistas dos Direitos Humanos, em Duque de Caxias , sofreu um ataque racista.

Os rostos das mulheres foram pintados com tinta branca .

A IDMRJ, O MNU- Movimento Negro Unificado, UNEGRO e Coletivo Minas da Baixada estão convidando para um ato, no próximo domingo, 25 de julho, durante a reconstrução do Memorial.

Além de homenagear em memória Marielle Franco, Mãe Beata de Yemonjá e Maria Conga, foram pintadas, Ana Leone, Dona Leonor, Nívia Raposo, Fátima Andreia, Silvia de Mendonça e Rose Cipriano que atuam na Baixada Fluminense.

A data foi escolhida por ser o Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e significativa para a trajetória de luta das Mulheres Negras.

A Atividade acontecerá no Viaduto do Centenário, primeiro distrito de Duque de Caxias, das 9h às 13h, começando com a lavagem inter-religiosa do espaço.

As entidades organizadoras pedem que todos estejam de máscara, levem álcool em gel e mantenham o distanciamento.

As entidades organizadoras pedem que todos estejam de máscara, levem álcool em gel e mantenham o distanciamento.


Sílvia de Mendonça

Formada em jornalismo e produção cultural, Sílvia de Mendonça também é atriz e ativista do Movimento Negro Unificado (MNU). Também tem presença nas lutas contra intolerância religiosa, juventude negra e direitos humanos.

More Posts