Parece ficção mas é fato venéreo.

Sujeito chega no Guimarães bufando, praguejando, explanando poucas e boas (muitas e péssimas, na verdade). Afrouxa a gravata, pede dois cafés e vai desfilando palavrões no ouvido do amigo que o acompanha, que apenas concorda com tudo o que é dito balançando a cabeça. Não é doido de interromper o mega chilique.

Do papo dá pra perceber que o sujeito está fulo com alguns secretários municipais da cidade e, embora não revele nomes, desanca as figuras até às últimas gerações. Parece que são dois os alvos da ira e pela pressão dá pra sentir que o bagulho foi doido. Até que ele bate no balcão com força e sentencia: era capaz de quebrar a cara dos dois caso cruzasse com os figuras na esquina.

Daí é o momento onde o amigo interrompe a ameaça e sentencia, mandando a pérola:

– Rapaz, isso é impossível: não existem esquinas na Barra da Tijuca!

Corta.

Isso lembra que dizem também que já houve uma secretária de Cultura que foi vista um dia vagando pela madrugada caxiense, olhar perdido, rondando bares à procura de ajuda, mas sem conseguir se comunicar no o dialeto local. Pelo que parece ela compareceu a um evento na cidade e o carro oficial não apareceu para buscá-la. Resultado: não conseguiu achar o caminho de volta para a Zona Sul do Rio…

Realismo fantástico? Maledicências do povo? Sei não… A verdade crua é que esse negócio de ficar importando secretários pega malzão… Por que será que essa tradição vem se mantendo nos últimos vinte anos? Será resquício da ditadura militar onde os interventores eram nomeados à moda vamo-simbora? Ou é crise de confiança nas pessoas locais? Ou falta de formação política? Ou medo? Ou uma tendência nata incompetência? Não acho que a competência esteja necessariamente ligada ao fato do sujeito ser de Caxias ou não, mas essa insistência em dar poder aos estrangeiros é no mínimo estranho, pra não dizer constrangedor…

Ô cidade estranha, meu Deus…

 

 

(*) Pitacolândia é uma coluna semanal publicada também no Jornal de Caxias.


heraldo hb

. Animador cultural, escritor e produtor audiovisual nascido no século XX. .

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookFlickrYouTube