Seguem no post mais algumas visões sobre a manifestação do último dia 21/06, em Duque de Caxias, na onda de protestos que sacudiu o país nas últimas semanas. Basicamente, relatos pinçados da Internet, principalmente do facebook.

Caso você queria enviar um relato, foto, vídeo ou uma opinião sobre a manifestação, mande um email: fala@lurdinha.org. Só não valem vídeos tendenciosos a políticos com mandato, como encontramos alguns na rede. Sim, tem até vídeos dando moral pra vereadores e tudo. Cara de pau sempre fica espreitando uma chancezinha pra aparecer, rapá… Impressionante.

.

.

Por  Cacau Amaralhttp://lurdinha.org/site/?p=3819

***

Por Lu Brasilhttp://lurdinha.org/site/?p=3837

 

***

Por Alberto Ellobo, fotógrafo, diagramador: 

PRAÇA HUMAITÁ - DUQUE DE CAXIAS, 18h: Mais de 15 mil manifestantes.
PRAÇA HUMAITÁ – DUQUE DE CAXIAS, 18h: Mais de 15 mil manifestantes. Foto: Alberto Ellobo

 

MINHA AVALIAÇÃO:

A manifestação, em si, foi bonita. Até considero que deu bastante gente para uma cidade que não tem o hábito de se expressar desta forma (exceto quando em grupos setoriais, como nas reivindicações do Sepe – ou quando em período eleitoral). Estamos aprendendo e pegando o gosto pelas ruas. Duque de Caxias: temos que protestar mais!!

Porém, achei fraca a organização, lideranças titubeantes, batendo cabeça em alguns momentos. Rolou, inclusive, um papo que de a prefeitura e/ou alguns políticos, avulsamente, financiaram carros de som, bandeiras, lanche, transportes aos manifestantes. Se for verdade, isso é mal! Ué, a manifestação não deveria ser apartidária? Na página de evento do grupo esta foi uma das máximas mais frisadas pelos organizadores… E agora? Perguntar, carece também: “porque deletaram a página do evento logo após a manifestação?” Qual o receio?

A Polícia: atuação muito boa! Não interferiu, agiu quando necessário. Soube se posicionar… Infelizmente, os vândalos são imprevisíveis e não dá pra botar 15 mil PM para se ter um policial para cada manifestante. E, é aí onde entra a parte que, ao meu ver, a organização pecou mais gravemente.

Não se abandona um evento desse porte ao primeiro incidente! Tem que se manter firme na condução do mesmo, pois, assim a polícia consegue agir com mais precisão e separa-se o “joio do trigo” com muito mais facilidade, pois, ativista do bem se agrupa com o comando e os vândalos são empurrados para adiante. Mas, se no meio do conflito o organizador pega o microfone e dá por encerrado o ato é o mesmo que entregar todos os manifestantes à polícia dizendo “pode baixar o cacete que a partir de agora, todos vândalos”. Ainda bem que a polícia não agiu dessa forma! Faltou estômago, faltou maturidade e um pouco mais de humildade para ouvir o clamor da multidão que solicitava a continuidade do ato.

Todos nós sabemos, todos nós assistimos os noticiários: Os vândalos ficam mais fortes nas fraquezas das manifestaçãos – ainda bem, tal qual a organização, nossos vândalos também são um tanto amadores, senão poderiámos ter tido uma tragédia.

Mas, foi superválido a iniciativa, merece aplausos. O povo nas ruas sempre é algo bonito de se ver. Que venham as próximas e que nelas estas falhas sejam corrigidas.

E VAMOS ÀS RUAS!

 

***

Por Paçoca Psicodélica:

Considerações sobre o que presenciei hoje em Caxias:

Nunca vi tanto otário por metro quadrado, completamente manipulados pelo discurso Global, sem nenhuma noção de nada (parecia que a galera estava indo pra uma micareta, torcer por futebol, sei lá…), sem contar que pediram ajuda da PM para organizar o evento.

A galera “excluída rules” da Ideal, do Lixão e sei lá de onde mais, tocou o zaralho! Roubou câmera, celular, mochila. Arrombou loja, tiro sarro com a cara dos “manifestantes” e com a cara da PM.

Parecia uma alucinação coletiva com o Hino Nacional como trilha sonora.

Eu fui embora por volta das 18h, quando a passeata chegou pelo viaduto até a Praça Roberto Silveira. Fiquei sabendo por volta das 19h que saí na hora exata, pois dali para a Praça Humaitá foi “mais do mesmo”… Para tentar pegar a galera lado B das comunidades caxienses, usou-se de tiro, porrada e bomba que acabou atingindo os babacas que carregavam cartazes do tipo: “Paçoca pra todo mundo”, “Solte nosso irmão Beira-Mar”e “Mãe, tô no protesto”. vai.

Viva Caxias!

Viva a Festa da Democracia!

PS. PQP.

 

***

Por Igor Barradas, cineasta:

Foi lindo e profundo. viva caxias.

 

***

Por Jailson Liberato, Presidente do Conselho Municipal de Segurança Pública de Duque de Caxias:

1) Foi feito um planejamento anteriormente pelo presidente Jailson com os convocadores e o Comandante do 15 BPM para preservar a integridade física dos manifestantes e dos policiais, preservando também o patrimônio público, assim como os estabelecimentos comerciais. Por que esse é o trabalho do Conselho, promover a aproximação da sociedade civil com a polícia militar e civil.

2) No dia da manifestação foi lido em público as demandas tiradas anteriormente pelos participantes no total de 11 folhas, que serão entregues e protocolados na segunda-feira ( 24 de junho) ao Prefeito Alexandre Cardoso, pelo presidente do Conselho, Jailson, Cel Brandão e os convocadores da manifestação. O documento depois de protocolado será disponibilizado nas redes sociais o documento.

3) O percurso planejado seria da praça do Teatro Raul Cortez passando pela Câmara Municipal, descendo pela Mal Floriano até a praça Humaitá, voltando pela Brigadeiro Lima e Silva e descendo o mesmo trajeto até o Teatro Raul Cortez.

4) Sendo que houve alteração diante dos acontecimentos que já eram esperados.

5) Ao chegar a Praça Humaitá, percebemos que a Brigadeiro Lima e Silva estava sem iluminação até a praça Roberto Silveira.

6) De imediato, o presidente do Conselho de Segurança, Jailson Liberato, chamou os convocadores e falou que não haveria possibilidade de retornar com a manifestação pelo percurso programado, porque colocaria em risco a integridade física dos manifestantes e todo comércio daquele trajeto. Já que haviam vários oportunistas infiltrados no meio dos manifestantes.

7) Em momento algum o policiamento do 15 BPM agiu com truculência com os manifestantes que estavam ali reivindicando seus direitos. Houve necessidade de agir de forma enérgica quando foi necessário, já que os vândalos começaram a atirar pedras e arrombar algumas lojas, sendo facilmente identificados já que os manifestantes quando percebiam a ação desses vândalos sentavam-se no chão. O presidente Jailson que estava acompanhando a manifestação para que nada fugisse do que havia sido combinado, quando percebia a ação dos vândalos entrava em ação chamando os convocadores para que travassem a manifestação para que a policia atuasse.

8)Na Avenida Marechal Floriano com Passos da Pátria, percebemos que havia um posto de gasolina mais abaixo e que já tinha um grupo saqueando uma loja. Neste momento, tivemos que decidir rapidamente se continuava ou voltava para evitar uma tragédia no posto de gasolina. Mas sobre uma pressão muito forte pelos manifestantes, resolvemos seguir de forma mais acelerada para não dar tempo de parar próximo ao posto. O carro de som puxou a manifestação de forma muito acelerada e só parando na esquina do MEC.

9) Chegando na Praça Humaitá, alguns manifestantes insistiam em fazer o percurso de volta que havia sido divulgado. O presidente do conselho Jailson, com sua experiência, conseguiu amenizar e dispersar o grupo, exigindo que desligassem o carro de som ou iria acionar a policia para prender o motorista e o carro, já que não tinha mais condição de seguir a manifestação, devido a falta de iluminação da Brigadeiro Lima e Silva.

10)Aí fica a duvida ou a luz foi desligada propositalmente ou realmente faltou luz naquele pedaço.

11) Mas o Conselho de Segurança já esta entrando em contato com a LIGHT para saber se realmente houve falta de energia naquele dia e horário ou se foi sabotagem.

12) Quando pensamos que já estava tudo controlado e terminado, encontramos mais um problema pela frente. Os participantes que vieram dos outros distritos ficaram sem transportes, já que as empresas haviam retirado os ônibus de circulação. Isso gerou confusão na rodoviária Plínio Casado. O Cel Brandão pediu que fosse uma viatura até o Gramacho porque os ônibus que vinham desses distritos estavam retornando do Gramacho e não vinham até o centro de Duque de Caxias. Mais uma vez o policiamento entrou em ação, acalmando a multidão que queria retornar para sua residência. Aos poucos os ônibus foram chegando a Rodoviária e amenizando a situação.

13) O saldo disso tudo foram 07 lojas arrombadas, sendo que uma loja na Marechal Floriano teve seus produtos furtados, 01 menor preso por furto, 01 maior preso por furto, 2 presos por danos ao patrimônio e 6 pessoas cadastradas por estarem envolvidas na confusão.

14) E mais uma vez, a secretaria de políticas de segurança do município, que tem como secretário o Cel Mario Sergio, se omitiu. Colocando apenas 03 guardas municipais na rua, nas proximidades do cine River. Por que essa guarda não estava toda na rua já que no percurso programado haviam vários patrimônios públicos?

15) Quando todos pensavam que seria uma tragédia a manifestação que Duque de Caxias, foi um sucesso em vista a outras manifestações que vimos por ai. Temos que agradecer todos os duquecaxienses e ao Cel Brandão e seus bravos policiais que mesmo com efetivo reduzido, onde havia policiais que perderam suas folgas para estarem ali, estavam ali sem equipamentos para esse tipo de manifestação, já que o ESTADO não mandou nem reforço e nem o Batalhão de Choque e mesmo assim esses profissionais reconheceram a importância da manifestação respeitando cada cidadão que estava ali reivindicando seus direitos.

16) Eram 180 heróis que tinham que controlar mais de 15 mil pessoas e mesmo recebendo pedradas, pauladas de alguns vândalos, mantiveram o respeito pelos manifestantes que estavam reivindicando seus direitos.

17) E por isso, o Conselho de Segurança parabeniza o Cel Brandão e o subcomandante Mescolyn e toda sua tropa que estavam de serviço, por terem mantido tudo que foi tratado na reunião, previamente agendada pelo presidente Jailson e os convocadores da manifestação.

18) O conselho de Segurança agradece a todos os manifestantes que estavam fazendo o cordão de isolamento, aos convocadores, ao Jorge Cesar Abreu, a Sharlene Rosa e ao Sr Osmar de Paiva e a todos que divulgaram e ajudaram para que a manifestação ocorresse sem conseqüências maiores.

19) Parabéns Duque de Caxias, pela demonstração de cidadania e civilidade. O conselho se orgulha de fazer parte dessa nação.

Nota enviada por Jailson Liberato. Publicado originalmente em www.caxiasdigital.com.br

 

.

Imagens captadas da manifestação por Guilherme Zani:

 

 

 

 


heraldo hb

. Animador cultural, escritor e produtor audiovisual nascido no século XX. .

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookFlickrYouTube