Uma articulação de artistas e fazedores culturais do município de Duque de Caxias que se propõe a ocupar o espaço público com a arte que é produzida na cidade, provocando a interação entre a população e os artistas locais através da exposição de seus trabalhos como livros, discos, quadros, artesanato, apresentações de teatro, música, poesia; além do espaço aberto para que qualquer um possa se experimentar enquanto artista.

A Loja teve sua primeira edição no mês de janeiro deste ano e a Feira Nordestina de Duque de Caxias, programa tradicional e dominical do município, pela sua representatividade e grande número de pessoas que atrai, é inicialmente a plataforma oficial escolhida para essa instalação artístico-cultural, que se propõe a acontecer mensalmente, localizando-se mais precisamente na praça Roberto Silveira, na parte central da feira.

O evento é uma iniciativa espontânea, cuja ideia surgiu do encontro desses artistas locais de gerações diferentes que através do diálogo e da experimentação buscam problematizar a realidade cultural do município. A Loja de Inconveniência não possui patrocínio e todos os recursos são disponibilizados pelos próprios artistas que solucionam questões como transporte de equipamentos através do apoio de seus familiares e amigos, além da famosa vaquinha.

A próxima edição da Loja de Inconveniência acontecerá no dia 22 de fevereiro a partir das 10h da manhã e as atividades se encerram às 15h.

.

Loja de Inconveniência
Primeira edição da Loja de Inconveniência.
Foto: Agatha Marinho