Dia do Historiador me lembrou a minha Professora de História da 8ª série, Ivonete. Era alta, elegante, usava saião hippie, brincão, kajal reassaltando seus olhos meio egípicios, batom vermelho. Falou sobre revolução intelectual de uma forma que nunca mais esqueci essa aula. Mais tarde percebi alguma semelhança com as ideias de Rosa Luxemburgo. Entrei para o Hip-Hop quando Thaíde falou sobre a revolução intelectual da periferia através da cultura de rua. Acredito que hoje sou uma produtora cultural graças a este pensamento, que reproduzo em meus fazeres.

Sempre tem um professor de história que vai lhe salvar.

Por isso, nesse Brasil autoritário que se desenha, estão em andamento projetos para acabar com a escola para todos e com esses professores. Para que gente pobre como eu não acredite em si mesmo.


Giordana Moreira

Produtora Cultural, fundadora da Roque Pense! rede de Mulheres Produtoras Culturais, e cria da Baixada Fluminense de onde faz rock, cultura urbana e feminismos para o mundo.

More Posts