Bidão veio pra Vila São José nos anos 60 com milhares de pessoas que ficaram sem casa na grande enchente de 1958 no Mangue de Caxias.
A Vila desse tempo, erguida às presas graças ao Dr.Tenório e ao Presidente J.K, foi tida como modelo em projetos de moradia popular. Tinha a Igrejinha de Padre Luciano, O Escoteiros do Chef.Rubens, Água, Luz, esgoto…tinha uma Escola de ponta, a Maria Tenório, um cinema, um clube, uma praça…Tinha Dr.Tenório e, principalmente, um campo de futebol com cerquinhas brancas em torno; era o Campo dos Eucaliptos.
Três times de ponta; Fundação São José (Campeão Municipal em 73), Estrela de Ouro e Aventureiros, de Zé Pequeno e Geraldo Heleno, que veio do Mangue. Fora isso, os grandes times de camisa. Guarani, Botafoguinho, Flamenguinho, Unidos, Gasolina, Tema, Tricolor, Americano, Radar, Radar, Rei do Gado, Falcão, Oriente da Rua 20 e o polêmico Fumacê, de Titão, Carne Seca e Joãozinho.
Bidão era desse tempo. Pacato, amigo dos amigos, sempre aconselhando aos meninos e tirando amigos do desvio. Roupa no Cunha, James Brown na admiração…Frequentava o Clube Fundação pra curtir Os Labaredas, Devaneios, Maracajás e quando a grana sobrava ia com os amigos pro CAP Caxias ver Bebeto Rei dos Bailes, Renato…Fevers, Lafayette e seus teclados…
Certa vez, bebendo umas Brahmas no Bar da Paquinha, e comendo a lendária “Passarinha”, ele e seus amigos, que curtiam James Brown, tiveram uma idéia. Fundar um time de futebol. Concordaram com o nome: OS GRANFINOS, em alusão ao “Milionários”, de Vigário Geral. Mas três questões se mostraram grandes empecilhos.
1: Não tinham uniforme.
2: Só tinha “negão” no elenco
3: Todo mundo ali era duro.
Quanto à primeira questão, Bidão era amigo de Kleber Lopes, Presidente do rico Fundação São José. Pediria a ele um uniforme que estivesse fora de uso.
Já na segunda, chamaria um amigo, Zinho, Cabo da PM e branco toda vida. Ele jogaria de ponta esquerda recuado. Pra evitar línguas malévolas.
Finalmente fecharam quanto a ausência de verbas. Elegeriam Zinho, Cabo da PM, branco toda vida e ponta esquerda recuado pra Tesoureiro. Evitaria assim as línguas malévolas.
Fecharam o Estatuto com uma cláusula pétrea. Jamais Os Granfinos entrariam em Torneios ou campeonatos, que só geravam rivalidades desnecessárias e conflitos. Seriam um time itinerante. Brindaram e o primeiro confronto foi no campo dos Eucaliptos contra o COMANCHE.
A partir daí rodaram a Baixada Fluminense, Jogaram no Parque Fluminense, no campo do OSA, no Cerâmica, Brasil, Rio Minas, São Jorge, em Belford Roxo…Imbariê, Magé, Pau Grande, Grêmio e Vila de Raiz da Serra…Huracan, Beira Rio, Panamericano, Jaqueira, São Bento, Palmeirinhas, Comercial…não importando o resultado.
Anos e anos até que um dia, de tanto lavar, o uniforme acabou. Zinho, Cabo da PM, branco toda vida, ponta esquerda recuado e tesoureiro, se aposentou e mudou pra Guarapari. Nova reunião no bar da Paquinha, com o mesmo elenco e Bidão achou melhor transformar tudo aquilo em boas lembranças, afinal…
O que diriam as línguas malévolas? (C.A.)