A Vida Pede Socorro na Baía de Guanabara

Outrora o mais belo cartão postal da Cidade de São Sebastião e a vista mais primorosa, cobiçada por Condes e Baronesas, a Baía de Guanabara, hoje, encontra-se doente em estado de coma respirando por aparelhos, não recebe mais visita especial e nem tem golfinhos tomando banho de sol. Tem sim, gente importante que torce o nariz para não sentir o cheiro das milhares de toneladas de esgoto atiradas diariamente em seu leito. Um problema que pode ser resolvido com educação e boa vontade política.

Pois é, a exemplo dos Programas Baixada Viva e Nova Baixada, do governo do Estado, nas gestões dos senhores Marcelo Alencar, Anthony Garotinho e Rosinha Matheus, respectivamente, (1994-2003),que nunca foram concluídos, o PDBG – Programa de Despoluição da Baía de Guanabara, parece que segue o estilo da mesma moda, inclusive com o misterioso desaparecimento de verbas. Que bonito é! – Ainda bem que não sou peixe.

.

baia-poluida


J. Arimatéria Ferreira

Radialista/Jornalista, poeta popular e idealizador do Projeto Poesia & Ecologia

More Posts

Follow Me:
Facebook

2 thoughts on “A Vida Pede Socorro na Baía de Guanabara

  1. ve se tu consegue tirar fotos por terra atras da grafica do jornal o globo. da pro povo ter uma ideia mais bonita de caxias, ja fui lá a muitos anos e gostei do que vi,digo da geografia do loca

  2. Apesar de tanto abandono a velha Baía continua rica, bondosa e tolerante, produzindo de forma surpreendente, oferecendo 500 toneladas de peixes por mês, garantindo a sobrevivência de 3.000 pescadores…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.