Hoje descia do céu raios que iluminavam a comunidade da Mangueirinha e do Morro do Sapo.

Já tive tantos alunos dos bairros que envolvem este complexo. Lembro de um aluno que eu gostava muito do Irineu Marinho. Garoto inteligente, cheio de vida e sonhos, mas com diversas razões pessoais, familiares e sociais que o fizeram mergulhar no tráfico. Teve vida curta.

Vendo estes raios iluminando esta comunidade pensei em todo potencial criativo, esportivo e inteligência que tem neste território.

Tão perto do centro de Caxias e tão carente de espaços de lazer, educação, oportunidades de trabalho.

Poucos sabem, mas esta região concentrou um grande número de fábricas e indústrias em um passado recente.

A cidade é desigual e violenta do primeiro ao quarto distrito.


Eduardo Prates

Professor, cientista político, cidadão do mundo, flamenguista, Imperiano, sujeito que acredita na auto-determinação dos povos para a construção de um mundo melhor.

More Posts