história uma boa

Bonde da Prainha

    Bairro Prainha, 15h30min. A situação estava insustentável e o que não faltava eram denúncias a respeito daquilo que rotineiramente vinha acontecendo. O calor daquela tarde de verão deixava a condição ainda mais crítica. Os moradores indignados já não suportavam essa posição constrangedora. Foi quando eles surgiram. Apontaram na esquina por conta
história uma boa uma opinião

Fim de Governo

      A noite ainda envolvia Zito quando um criado adentrou seu quarto. Pôs na mesa a lâmpada a óleo, aproximou-se lentamente da cama e, para acordá-lo entoou com voz suave o hino da manhã: “Desperta em tormentas! Que a tua corrupção sejas tranqüila!” Se esse mesmo chamado era usado na
história uma boa

Serenata de Amor

“Não é o bárbaro que nos ameaça, é a civilização que nos apavora.” (Euclides da Cunha)     Na última casa daquela humilde e nada pacata vila ao lado do Colégio estadual Zila Junger de Oliveira, moravam Evilásio Junior e sua esposa Lucinha. A bem da verdade a palavra casa não era
história uma boa

Juca

   Após uma semana de trabalho duro, seu passo era intenso e preciso, era o passo de quem sabe o que procura. Acabara de sair da escola dominical, o sol estava a pino. Após a segunda esquina, avistou no final da Rua Boa Viagem (um dos principais becos de acesso à Favela
uma opinião

Flagrante policial em Caxias

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=CEPJ8lwIMMI[/youtube] Policiais são recebidos a bala em favela de Duque de Caxias Uma produção da Macaco Chinês produções.   Ricardo Villa Verdehttp://www.compulsoresdepartida.blogspot.comMore Posts - Website Follow Me:
história uma boa

Del Rey

 “Ao mais forte de nossos instintos, ao  tirano interior, sujeitam-se não só a nossa razão,  como também a nossa consciência.”  (Nietzsche, “Vontade de potência”)          Naquela pacata Rua do Bairro Vinte e Cinco de Agosto, o metálico tilintar da buzina na bicicleta do Padeiro anunciava uma nova manhã, enchendo de alegria o
top