Seu Gabriel de Oliveira, um Professor entre nós

Seu Gabriel veio do Mangue, empurrado por uma tempestade insana que varreu a comunidade do Mangue do mapa em dezembro de 1958. Veio pra Vila São José, um bairro modelo erguido com verbas de J.K. a pedidos do então Deputado e lenda Dr. Tenório Cavalcanti. A toque de caixa a CAVEC ergueu as casas, muitas ainda sem janela, porta, luz e água. Lampiões era a solução nos primeiros tempos.

Sr. Gabriel de Oliveira veio com a família pra eterna Rua 20, a minha rua. Adotou o menino Marinho, um craque de bola. Botafoguense como o Pai. Sr. Gabriel tinha uma Cultura geral admirável e repassava aos meninos da Vila. Problemas matemáticos: Um Advérbio? Quais os pontos cardiais? Onde Napoleão se deu mal? Corriam pro Seu Gabriel. Quer coisa mais doida que jogar xadrez? Seu Gabriel era Mestre e ensinava a garotada. Dava conselho pra ninguém enveredar pro caminho do mal. Ninguém enveredou.

Seu Gabriel era do samba e excelente compositor. Foi um dos Fundadores, junto com Seu Fiinho, do Unidos da Vila São José e do Feitiço da Vila.

Montava times de futebol pra garotada e era o treinador.

Um dos personagens mais brilhantes da Vila São José, o Sr. Gabriel de Oliveira. Só eu não consegui aprender o danado do xadrex.

Mas aprendi a juntar letras, palavras, versos, tornei-me Poeta.

O agradecimento, portanto, do menino Tonho, morador da casa 8.
(C.A>)


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.