Antes de dizer o que é, quero deixar claro que caxias tem uma, e foi criada em 1991 pela prefeitura da cidade. E é propaganda do atual Governo Municipal (http://www.duquedecaxias.rj.gov.br/index.php/conheca_caxias/parque_municipal_caixa_agua). E está sofrendo com o abandono.

Bom, isso não é novidade, basta se fazer umas perguntas, andar pela cidade… e você vai logo entender o que eu to falando.

Como diz o sintético amigo, Hb: “Oh, mistérios de Duque de Caxias, a cidade do PIBizão e do IDHzinho…” .  Mas nesse caso não há mistério. É batata, quero dizer, pepino.

Vamos lá, segundo a Wikipédia: “No Brasil, uma área de proteção ambiental (APA) é uma área em geral extensa, com um certo grau de ocupação humana, dotada de atributos abióticos, bióticos, estéticos ou culturais especialmente importantes para a qualidade de vida e o bem-estar das populações humanas, e tem como objetivos básicos proteger a diversidade biológica, disciplinar o processo de ocupação e assegurar a sustentabilidade do uso dos recursos naturais.
Pode ser estabelecida em área de domínio público e/ou privado, pela União, estados ou municípios, não sendo necessária a desapropriação das terras. No entanto, as atividades e usos desenvolvidos estão sujeitos a um disciplinamento específico.”

E ai as coisas ficam ambíguas. Mas afinal, como ” disciplinar o processo de ocupação e assegurar a sustentabilidade do uso dos recursos naturais.”?
Com projetos, ora bolas! Cadê a responsábilidade social da Reduc? Cadê o secretário de Meio Ambiente da cidade, que não vai lá gestar o local, bolar, tocar e andar com projetos que façam isso? O certo é que isso o poder público não tem feito, em nenhuma instancia.

Então tá. Eu tinha mesmo que fazer um trabalho sobre APA’s na Baixada Fluminense (estudo Geografia na FEBF, e recomendo. Passar no vestibular é mole, tenta ae pô) e resolvi fazer uma visita de campo à Caixa D’água. Fiz a visita em finais de novembro passado e nada mudou…

E pra quê falar muito, vê as fotos ae (coloquei nesse link do facebook pra facilitar, to enrolado com esse negócio de wordpress):

http://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150431843554259.380093.525924258&type=3

Ah, e pra terminar quero deixar registrado a valente tentativa de conservação do local do amigo Zinho Trindade, tremendo percursionista. Ele e uma galera grande (mas nenhum funcionário da prefeitura do Município), fazem o que podem, mas sem política pública fica difícil, né não?!

Enfim. Ta dado o recado, e se você quiser visitar o local, vai fundo. É mesmo muito bonito, mas cuidado. O lugar tá mesmo jogado, sujo, com lixo, restos de obra e buracos(!). Bom passeio.


Márcio Bertoni

Estudante de Geografia, video maker e comunicador.

More Posts - Website