Ultimamente, torna-se exercício comum entre muitas pessoas, demonizar a Cultura, as Artes e os artistas. Muitas vezes, alimentados por uma imagem deslocada de seu contexto, criam palavras de ordem e ódio moralista contra os artistas. Também alimentados por maldosas e falsas informações, criminalizam a Lei Rouanet como “Lei que retira recursos do governo para bancar produções de artistas comunistas” e ainda ousam afirmar, que tais recursos poderiam ser investidos em Saúde! O que essa gente ignorante desconhece, é que a Lei Rouanet Não Tem como retirar dinheiro que poderia ser utilizado em Saúde ou outra coisa qualquer, visto que a Lei quando aprova um projeto, o que ela permite é que a pessoa ou grupo idealizador de tal projeto, vá às empresas tentar a capacitação dos recursos para torná-lo real, descontando uma pequena porcentagem do Imposto de Renda da empresa e em contra-partida, oferecendo entradas gratuitas ou com preços mais populares, entre outros benefícios à população.
A Cultura é uma expressão humana, extremamente necessária ao entendimento e entretenimento de cada povo. Não deve ser demonizada ou descartada. Quem faz isso, o faz movido por ignorância ou medo, medo de ver à tona temas que não querem que sejam levados ao público. A Arte não possui a pretenção de ser sempre admirada, muitas vezes ela vem para confrontar mesmo, para quebrar tabus e bandar o conservadorismo! Um exemplo bem próximo é o Rock and Roll e seus desdobramentos. Muitos projetos Culturais, assim como os Esportivos, ajudam à levar outras opções aos jovens de comunidades carentes. Ver uma criança pobre se emocionar com um artista, é uma das coisas mais bonitas do mundo e quando isso acontece, possivelmente se torna também, uma inspiração! Há diversos casos de jovens de comunidades que viajam o mundo com apresentações em importantes grupos de Ballet ou orquestras. Mesmo assim, há quem julgue a Cultura inútil? Só o ignorante pode pensar assim!
Gutemberg F. Loki “Tubarão”