Ainda sobre a semana Baixada é Arte aproveito para publicar dois textos importantes para fazer a informação circular bonito. Um é o release oficial do projeto que contém o nome de todo mundo que irá se apresentar. Outro é um texto do Bira da Vila, idealizador, onde ele contextualiza o evento e mostra a pertinência em juntar essa galera toda pra chegar junto.

Será uma semana de celebração da potência artística e cultural da região, pode acreditar. 🙂

 

Release do evento

Evento multiartístico reúne grandes nomes da Baixada Fluminense e mostra que a região é produtora de arte de qualidade

Para comemorar o Dia da Baixada (30 de abril), o SESI Duque de Caxias, em parceria com o cantor e compositor Bira da Vila, preparou a SEMANA BAIXADA É ARTE, que será realizada dos dias 25 a 30 de abril. A idéia da Semana é reunir diversas linguagens artísticas – música, cinema, teatro, literatura, artes plásticas – com shows, exposições, apresentações teatrais, e performances artísticas criadas pelos próprios artistas da região. Além disso, haverá debates com o objetivo de disseminar e valorizar a produção cultural do local ao longo da programação.

Segundo Bira da Vila, idealizador do projeto, o intuito da SEMANA BAIXADA É ARTE é resgatar a identidade dos quase quatro milhões de moradores dos 13 municípios que compõem a Baixada Fluminense: “Queremos resgatar a importância cultural da região junto ao Estado do Rio de Janeiro e no país. Infelizmente, a Baixada ainda é muito associada à criminalidade e à violência. É hora de mudar esta percepção, e a SEMANA BAIXADA É ARTE pode se tornar fundamental neste sentido”, conclui.

A semana começa com um debate mediado pelo representante do SESI Fábio Santini e compõem a mesa nomes como do professor e historiador Antonio Augusto, o poeta Vicente Portella, o pesquisador Adelzon Alves e do próprio Bira da Vila. Na programação, montada exclusivamente para o evento, as apresentações de teatro adulto e infantil ficarão por conta dos grupos Cia Nós da Baixada e Cia de Atores da Andrea Furtado, as exibições de filmes pelos cineclubes Mate com Angu e do Coletiva Anti Cinema. E ao final de cada dia uma apresentação musical diferente, shows de MPB com Chiquinho Maciel e Beto Gaspari, reggae com DaGhama e Akauan, forró com Trio Nordestino, rock com Lê Almeida e A Cidade de Duque de Caxias. Para encerrar a Semana um show especial de Bira da Vila com a Velha Guarda da Grande Rio e Escola de Música da AMC.

Estima-se que a SEMANA BAIXADA É ARTE mobilize e envolva vários artistas da região, prevendo-se um público de, aproximadamente, 6 mil pessoas presentes em todo o evento, de escolas, universidades, empresas, instituições e mídia, além do público geral.

É a Baixada Fluminense pedindo passagem para mostrar ao país que é sujeito ativo artisticamente e produz arte de qualidade.

 

***

 

Baixada é Arte – artigo de Bira da Vila

O “Baixada é Arte” é uma iniciativa pioneira de unir no SESI de Caxias, artistas de vários segmentos para mostrar individualmente o seu talento e também para promover um grande debate com toda a sociedade civil da Baixada Fluminense (empresários, políticos, intelectuais e os cidadãos em geral). A idéia do projeto é criar um vínculo entre os artistas da Baixada, para um movimento em prol da cultura da região, idealizado de forma profissional e organizada, para que possamos pensar em projetos para levar às prefeituras e empresas da região que queiram ser parceiras nesta luta pela valorização da arte e da cultura local.

Achamos que é nossa responsabilidade a profissionalização para a valorização da nossa arte e conseqüentemente da cultura da nossa região. O “Baixada é Arte” acontecerá entre os dias 25 e 30 de abril nas dependências do SESI, Duque de Caxias. Começaremos com um grande debate no dia 25 de abril a partir das 15 h, sobre a valorização da cultura da Baixada com estudantes, empresários, intelectuais e “artistas” da região que participaram do debate e se apresentaram nas dependência do SESI mostrando a sua arte até o encerramento no dia 30 de abril quando se comemora o Dia da Baixada Fluminense. Todos artistas de altíssima qualidade e que geram noticias individualmente. Conscientes que juntos seremos o elo de uma corrente forte o bastante para puxar para o sucesso a arte e a cultura da Baixada Fluminense, lugar que é nosso de fato e de direito.

Ninguém pode imaginar a grande alegria que sentimos quando cada artista confirma presença no “Baixada é Arte”. Isto nos leva a um estado pleno de esperança, alegria e confiança no sucesso do nosso Movimento. A intenção do evento é seduzir o público de toda a Baixada, mas particularmente investir em alunos de escolas públicas e comunidades carentes para que tenham acesso a peças infantis, cinema e todo tipo de arte com a intenção de despertar nessas crianças e jovens outro olhar sobre a nossa cultura. Eu sei que isso é possível porque aconteceu comigo. Quando mostramos a quem não tem nada que existe um caminho diferente do aquele que nos obrigam a seguir e se o seguirmos podemos mudar a nossa vida. Então agarram essa oportunidade e provam a todos que são capazes de crescer. Essa é a função do “Baixada é Arte”.

A condição de criador inspirado não nos pode ter sido dada apenas para ostentarmos a condição de artista. A própria palavra “artista” já tem uma magia, provoca nas pessoas admiração e sedução, mesmo sem reconhecimento o artista de qualquer seguimento já desperta nas pessoas um sentimento diferenciado. E todo esse trabalho está sendo feito com todo o nosso amor e carinho porque acreditamos no sucesso do movimento. Estamos buscando apoio de empresas e mostrando aos empresários a importância e grandeza de um projeto que valorizará o nome de sua empresa. Então você empresário que lê este artigo, acredite como nós que esse projeto que hoje é uma versão piloto, pode se transformar em um festival anual de cultura da Baixada Fluminense, tendo repercussão em todo o país e a sua empresa que esteve com a gente desde o inicio apoiando e ajudando a valorizar a Baixada Fluminense crescerá ainda mais junto com o “Baixada é Arte”.

Li uma vez que todos nós nascemos com um dom artístico, e que muitas vezes esse dom se perde, ou porque nós com os nossos afazeres não o percebemos em nossos filhos ou porque não temos conhecimento bastante para detectar uma manifestação artística em nossos entes queridos para incentivá-lo. A manifestação artística é como uma planta que precisa ser regada se não ela murcha e nos abandona. A arte desiste de quem não a percebe, por isso alem de lutarmos pela nossa arte acreditamos que ao despertá-la nas pessoas estamos contribuindo para melhorar a nossa cidade o nosso povo e a nossa cultura.

 

[Artigo originalmente publicado no portal Baixada Fácil: http://baixadafacil.com.br/colunistas/canto-da-baixada]

Leia também: Bira da Vila e o Canto da Baixada

Bira da Vila
Bira da Vila, idealizador do Baixada é Arte

heraldo hb

. Animador cultural, escritor e produtor audiovisual nascido no século XX. .

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookFlickrYouTube