Encontro promovido pela Casa Fluminense pretende unir sociedade civil em torno da construção de uma visão de futuro para o Rio

2016 marca o fim do ciclo de grandes eventos. A desconfortável experiência no deslocamento urbano diário, de quem sai de Caxias ou São Gonçalo para trabalhar na capital, e a contínua degradação da Baía de Guanabara, principal patrimônio natural da metrópole, são exemplos claros da grandeza dos desafios persistentes. Condicionadas nos últimos anos pelo calendário de Copa e Olimpíadas, a reflexão sobre o Rio que queremos e a construção de respostas do que precisamos fazer para chegar a ele demandam mais do que nunca um esforço de planejamento participativo que encare um horizonte de longo prazo e a cidade de 12 milhões de habitantes e 21 municípios.

A sétima edição do Fórum Rio, encontro itinerante voltado à integração e cooperação de organizações da sociedade civil fluminense, será dedicado à construção de uma visão de futuro para o Rio inteiro. Quais são nossos principais desafios pós-olimpíadas? Quais as políticas públicas necessárias para fazer frente a eles? Estas serão as perguntas-chave do evento, que acontece no dia 02/04 na Arena Jovelina Pérola Negra, na Pavuna.

No encontro, uma equipe de facilitadores especializada em metodologias e dinâmicas de construção colaborativas conduzirá o debate nos núcleos de trabalho que acontecem na parte da manhã, buscando extrair e identificar desejos e aspirações comuns dos participantes. À tarde, a síntese de ideias será amadurecida em plenária geral. O Fórum será também ocasião de lançamento da AgendaRio.org, repositório online permanente de ideias e propostas de políticas públicas para a promoção de igualdade, o aprofundamento democrático e o desenvolvimento sustentável em todo o Rio.

SITE PARA INSCRIÇÕES

http://7forumrio.strikingly.com/

7º Fórum Rio - Casa Fluminense

SOBRE A CASA

Criada no início de 2013, a Casa Fluminense se dedica a impulsionar uma visão ampliada do Rio. Fazem parte da rede hoje 30 organizações e 180 associados, que se dedicam ao monitoramento de políticas públicas, difusão de informações – parte deste esforço materializado no Mapa da Desigualdade – e formulação coletiva de propostas de políticas. O Fórum Rio é uma espécie de Fórum Social Metropolitano, realizado a cada quatro meses, cada vez em um município diferente da metrópole. Trata-se de um espaço para debate e formulação compartilhada de propostas de políticas públicas.

ORGANIZAÇÕES PARCEIRAS

ACOTEM; Agência de Redes para a Juventude; Agência Papa Goiaba; Agenda 21 Comperj; Anistia Internacional; Apedema; APH/Clio; Baía Viva; Biblioteca Comunitária Solano Trindade; Bike Anjo; Capa Comics; Casa Rua do Amor; Centro Comunitário Irmãos Kennedy; CESeC; Cia do Invisível; Cineclube Buraco do Getúlio; Cineclube Mate com Angu; Circo Crescer e Viver; Coletivo Câmera na Mão; Companhia em off; Comunidades Catalisadoras; Ecomuseu de Sepetiba; FAPP-BG; Festival Roque Pense; FLIZO; FLUPP; FORAS; Fórum Grita Baixada; Fórum Jardim Gramacho; Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico; Gomeia Galpão Criativo; Guardiões do Mar; IAB-RJ; IETS;; Instituto Arapyaú; Instituto Baía de Guanabara; Instituto Ecologic; Instituto Mundo Novo; Instituto Rio; Instituto Vivos Por Direitos; IPPUR-UFRJ; ISER; ITDP – Brasil; ITS; Livro de Rua; Lurdinha; Meu Rio; Mobiliza Japeri; Mórula Editorial; Movimento Enraizados; Movimento Projeto Central; MPS – São João de Meriti; Mulheres de São Gonçalo; O Instituto; Observatório das Metrópoles; Observatório de Favelas; Observatório Social de Duque de Caxias; Observatório Social de Niterói; Ponto de Cultura Lira de Ouro; Pró-Realengo; Queimados Encena; Radio Novos Rumos; Rebaixada; Rede Funk Social; Redes de Desenvolvimento da Maré; Rio Como Vamos; Rio Real Blog; Sarau Apadrinhe um Sorriso; Sarau do Escritório; Ser Cidadão; Site da Baixada; Spectaculu; Terreiro de Ideias; TETO; Transferro – MDT; FFP-UERJ; IM-UFRRJ; Virtu Produções; Viva Favela; Viva Rio; Voz da Baixada; Vozerio