Falta d’água a mais de 3 meses na Rua Expedicionário Aquino de Araújo

Esquina das ruas Expedicionário Aquino de Araújo com Rua Saldanha da Gama, bairro Engenho do Porto. Adaptação e proteção feita por um morador para evitar um mal maior. Foto: Fabio Pereira, 15/10/2011.

 

 

Há cerca de 3 meses existe um simples vazamento que deixa sem água dezenas de moradores da Rua Expedicionário Aquino de Araújo, na esquina com a Rua Saldanha da Gama, no bairro Engenho do Porto. Os moradores mostram inúmeros protocolos de reclamações a CEDAE e aos órgãos de defesa do consumidor. A CEDAE, espantosamente, desmente os moradores, dizendo que o abastecimento de água no local está normal. Os moradores, por sua vez, desafiam a empresa fornecedora de água a comparecer nas residências e comprovar pelo relógio marcador de entrada d’água que estão parados a meses.

O Sr. Xavier, morador da Rua Expedicionário Aquino de Araújo nº 75, desabafa:

“Já fui pessoalmente a CEDAE fazer reclamações, meus filhos e vizinhos também. Agora (15 de outubro de 2011, por volta das 11h) meu filho está na CEDAE tentando resolver essa pouca vergonha e, até esse momento, nada solucionado. Estamos sem água a mais de 3 meses. Tenho vários protocolos de ligações ao 0800 da CEDAE e também um ofício da Comissão de Defesa do Consumidor da ALERJ, onde registrei denúncia e, mesmo assim, essa pouca vergonha continua”.

Segundo um morador que sinalizou e desviou a água para rua – para evitar infiltração maior, destruindo a base das rua, atingir as casas e a tubulação de gás da CEG que corre ao lado do buraco – o problema é bem simples de resolver: basta fechar o abastecimento de água na região por um breve momento e um funcionário fazer um reparo simples. Enquanto isso não ocorre, milhares de litros d’água jorram com pressão rumo ao esgoto, observada pela população indignada com as contas d’água que chegam com precisão e eficiência todo mês e sem uma gota d’água em suas residências.

Veja o vídeo com as imagens do local:

[youtube]http://youtu.be/yLFKjZPt17o[/youtube]

 

Fabio Pereira
http://fabiopereira.wordpress.com/


Fabio Pereira

http://fabiopereira.wordpress.com/

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

2 thoughts on “Falta d’água a mais de 3 meses na Rua Expedicionário Aquino de Araújo

  1. Oi Fábio,

    Grato pela citação, mas o mérito é da galera que encaminhou o problema e da rapazeada da Cedae que conseguiu atender à população. Fico feliz que o problema tenha sido resolvido e espero que em breve a Cedae possa atender toda a demanda de fornecimento de água e tratamento de esgôto da nossa cidade. A Cedae existe para isso e o nosso lucro é a água de boa qualidade e em quantidade suficiente nas torneiras das pessoas.
    Um abraço
    Vicente Portella

  2. A CEDAE resolveu o problema no próprio sábado. Hoje fui ao local, procurei o Sr. Xavier e demais moradores e todos disseram que o problema de abastecimento de água está normalizado na rua.
    Agradeço a intervenção do amigo Vicente Portella que foi peça fundamental nessa mediação.
    Agora falta apenas o recapeamento asfáltico que é de responsabilidade da prefeitura de Duque de Caxias.

Deixe um comentário para Fabio Pereira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.