Dia 20 de março acontece no Salão de Exposições do Instituto Histórico Vereador Thomé Siqueira Barreto a mostra Olhares sobre o Dia Municipal da Cultura.

O dia será marcado pelas exposições “O Estranho Mundo de Marco Bomfim“, pinturas de Marco Bomfim e “As Cores da Infância“, exposição fotográfica de Krissia Gomes, contando ainda com tarde de autógrafos do livro “2 Toques“, de Heraldo HB e Ricardo Rodrigues.

Letras e cores que irradiam ritmos que pulsam a vida.

:: Dia 20 de março

A cidade ganha cor e vida quando lança luz sobre quem ela é e o que ela representa para seus cidadãos. Barboza Leite foi um dos maiores artistas de Duque de Caxias e teve o seu justo reconhecimento com o dia 20 de Março, quando se comemora o Dia Municipal da Cultura e se homenageia o nascimento deste que foi uma das nossas maiores expressões artísticas vertendo sobre a pintura, poesia, jornalismo, teatro e literatura. Orgulham-se aqueles que conviveram com aquele que foi um dos maiores em espraiada criatividade.

:: Marco Bomfim

Nascido no Estácio (RJ), em 22 de setembro de 1950, mas caxiense desde os três anos de idade, Marco Bomfim é um dos artistas mais completos deste país. Transita com desenvoltura em várias modalidades artísticas, tais como desenho, pintura, escultura e decoração, além da música – canta e toca percussão com estilo muito próprio. Contudo, nada se compara ao seu desempenho nas artes plásticas, que há quase meio século se tornaram suas principais formas de expressão.
Ao contrário de muitos artistas, a pintura de Marco Bomfim não tem uma temática geral. E é exatamente aí que reside o melhor do seu trabalho. Este tem a ver unicamente com as múltiplas fases por que passa a sua vida, sempre multifacetária. Assim, se por um tempo esteve voltado para retratar favelas; noutro, se inspirou em pescadores e moradores de regiões praianas do interior brasileiro. As máscaras africanas, que povoaram o imaginário deste artista em tempos recentes, agora cedem lugar a uma coleção de quadros incríveis, exibidos na presente exposição, onde a África continua sendo presença viva.
Agora, se engana quem pensa que toda essa trajetória não-linear, por assim dizer, não influi na identidade de sua obra. Ao contrário, sejam quais forem os momentos vividos pelo artista, refletido em seu trabalho, expressam uma unidade inerente ao espírito irrequieto e ao MUNDO ESTRANHO DE MARCO BOMFIM. Tenho dito!
– por Eldemar de Souza

:: Dois Toques, livro de Heraldo HB e Ricardo Rodrigues

O livro traz poemas e minicontos e tem apresentação do poeta Moduan Matus, com projeto gráfico de Thiago Venturotti .
A dupla, além de escritores, também têm uma atuação no audiovisual da Baixada Fluminense, sendo Heraldo integrante do cineclube Mate Com Angu e Ricardo integrante do Cinema de Guerrilha da Baixada.

:: Krissia Gomes

Formada em Publicidade, começou seus estudos no Ateliê da Imagem e fez pós graduação em Fotografia pela Unigranrio.
Fotógrafa de pessoas, lugares e eventos, mas volta seu olhar principalmente para o público infantil.

A exposição As Cores da Infância é uma coletânea de vários trabalhos da fotógrafa, onde o infantil se destaca. Com estilo lifestyle, as crianças foram fotografadas de forma descontraída e se tornam as protagonistas de suas próprias histórias.

>>Onde? Salão de Exposições do Instituto Histórico da Camara Municipal de Duque de Caxias (Rua Paulo Lins,41, Jardim 25 de Agosto, Duque de Caxias)
>>Quando? Terça, 20 de março.
>>Que horas? Às 16h30 cortamos a fita.
>>Quanto? Entrada Franca
>>O que vai rolar? Poesia para os olhos e ouvidos e cores para alma.
>>Dúvidas? Entre em contato com a gente. Clara (976865940)|Jesus Lima (997200399)|Silmara Bernardo (968971897)

Realização: Instituto Histórico
Produção: Virtù Produções
Parceria:
Maria de Jesus Lima
Flor de Pimenta Produções

Apoio Cultural:
Asamih
Márcio Leandro Fotografia

Pra confirmar presença no facebook: https://web.facebook.com/events/225216194713824/

olhares - dia municipal da cultura duque de caxias