Saiba mais sobre o Baixada Digital


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

No sábado, 21 de abril de 2012, eu e mais 5 blogueiros e ativistas da cultura digital testamos o Baixada Digital, projeto do Governo do Estado do Rio de Janeiro que leva internet gratuita para algumas cidades da Baixada Fluminense.

Os testes mostraram uma ótima velocidade (entre 300 kbps e 4 Mbps), mas muita desinformação sobre o serviço.

Baixada Digital no Smartphone - Duque de Caxias

Participaram dos testes:
Andre Oliveira (blog do Andre de Oliveira)
Arthur William (blog Lurdinha)
Alessandro Silva (Forum de Software Livre de Duque de Caxias)
Fernando Rodrigues (Baixada On)
Fernando Caldas (Caxias Digital)
Marroni Alves (Deputado Federal Jovem)

Fomos acompanhados pelo coordenador do programa, Emerson Lacerda Alencar. Durante a visita, conversamos com o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, que ouviu elogios, reclamações, sugestões e se comprometeu a marcar uma reunião para organizar as propostas.

Locais dos testes:

Praça Roberto da Silveira (25 de Agosto)
Estação de trem da Supervia de Duque de Caxias (Forró na Feira)
Praça Humaitá (25 de Agosto)
Praça da rua Mariz de Barros (25 de Agosto)
Praça da Rua Dois (Jardim Primavera)
Bom Retiro
Praça da estação de Imbariê
Praça de Parada Angélica

Mangueirinha*
* Decidi fazer por conta própria este teste para conferir a recepção em uma antena residencial e para verificar se o serviço estava funcionando também nos locais que ficaram de fora da visita com a equipe do Baixada Digital.

Os testes foram feitos com os seguintes sites:

Velocímetro do RJNET
SpeedTest

Tentei usar o teste de velocidade do CGI.br (Comitê Gestor da Internet do Brasil), mas não consegui.

Velocidade: de 300 kbps a 4 Mbps

Visitamos oito locais nos três primeiros distritos de Duque de Caxias e a velocidade variou entre 300 kbps e 4 Mbps, ou seja, uma conexão maior do que a que tenho em casa, pagando uma fortuna para minha operadora de telefonia. Nos bairros mais afastados do centro, a velocidade era maior, muito possivelmente pelo fato da população não conhecer o projeto (= pouca gente conectada)

Conectar pelo celular e em casa

O Baixada Digital possibilita a recepção da internet em computadores fixos, em casa, e também em smartphones, celulares e notebooks. Só que as antenas são diferentes. Por isso, antes de tentar conectar, informe-se pelo email estadodogital@faetec.rj.gov.br ou pelo telefone 2332-4085.

Antena para recepção residencial do Baixada Digital
Antena para recepção residencial do Baixada Digital

Desinformação sobre o Baixada Digital

Durante a visita, verificamos que pouca gente sabia que havia internet nos locais visitados e outros achavam que existia antena próxima de casa, mas não havia. Além disto, o fato de o site do projeto (www.baixadadigitalrj.com.br) estar fora do ar causa muita confusão, pois ninguém sabe direito onde estão as antenas. A coordenação do Baixada Digital disse que está reformulando o site e que voltará ao ar em breve.

Não compre a antena antes de um teste

Em alguns locais, a antena ainda está em fase de testes e não conecta. Já em outros, tem gente que cria um sinal com o mesmo nome para confundir as pessoas. Por isso, não compre uma antena sem antes ter certeza de que a internet está funcionando onde mora. Mande um email para estadodogital@faetec.rj.gov.br ou ligue 2332-4085.

Baixada Digital tem objetivo educativo

O Baixada Digital é um serviço com fins educativos, ou seja, a prioridade é para acesso de educação a distância e serviços públicos em geral, mas também permite ver vídeos, fotos e ouvir áudios. Algumas funções, como programas P2P (tipo Emule), são bloqueados para a maioria não ser prejudicada.

Ampliação da internet gratuita e integração com outros projetos

Ainda está no começo o Baixada Digital. Mas sua ampliação e consolidação abre a possibilidade de tornar Duque de Caxias uma cidade digital, ao se integrar a política pública de internet gratuita com outras, o chamado governo eletrônico (e-gov). Esperamos que o Baixada Digital corrija seus problemas, se amplie e se torne referência internacional, entendendo a internet como algo essencial ao progresso de um povo.

Alguns dados técnicos do Baixada Digital

1 – O Baixada Digital está presente em quatro municípios: Duque de Caxias, São João de Meriti, Mesquita, Belford Roxo e parte de Nova Iguaçu.
2 – São 450 Mbps divididos em 3 links de 150 Mbps cada.
3 – A internet é da RedeRio, uma rede que interliga as instituições educacionais do Rio.
4 – Três pessoas cuidam do projeto.
5 – A média de acessos para cada antena é de 60 a 65 simultâneos
6 – Cada antena, com 4 transmissores (12 volts cada), consome 10 reais por mês, em média.
7 – Cada antena possui conexão máxima de 64 Mbps.
8 – O Data center (central técnica) funciona na Faetec de Quintino (não apenas do Baixada Digital, mas de todos os projetos de internet gratuita do Governo do Estado em comunidades e na orla)
9 – Alcance da transmissão nas praças é de 250 metros, com antena de recepção passa para 1km.
10 – As antenas das praças transmitem direto para celulares, smartphones e notebooks com possuem a tecnologia Wi-Fi. A média é de 16 a 20 usuários. O pico acontece de noite e na saída dos colégios, com 40 pessoas usando o Baixada Digital ao mesmo tempo.

Novidades futuras

1 – Vão colocar autenticação dos usuários para impedir revenda de internet. Os internautas terão que se cadastrar no site da Faetec para terem acesso ao Baixada Digital.
2 – Pensam em limitar a conexão a 400 kbps, para que mais pessoas possam acessar a internet.
3 – Querem integrar o Baixada Digital com serviços como educação a distância, trânsito, entre outros.

Mitos e verdades

1 – A antena da TV Globo em Petrópolis não transmite para as casas. O que ela faz é distribuir o sinal para outras antenas do Baixada Digital em Imbariê. Estas últimas sim que vão levar a internet para a população.
2- O Baixada Digital ainda não atende toda a Baixada, nem a totalidade dos municípios. Veja o mapa para conferir se há sinal no local onde está.
3 – Apenas a operadora Claro oferece suas torres de celular para transmissão do sinal de internet do Baixada Digital.
4 – Muita chuva e madeira (árvores) interferem no sinal.

TESTES:

.

Praça Roberto da Silveira

(25 de Agosto)

Baixada Digital - antena da Unigranrio - Praça Roberto da Silveira - bairro 25 de Agosto - Museu Ciência e Vida
Antena da Unigranrio vista da Praça Roberto da Silveira no bairro 25 de Agosto

Da praça Roberto da Silveira, no Bairro 25 de Agosto, dá para ver a antena do Baixada Digital no alto do shopping da Unigranrio, atrás do Museu Ciência e Vida. O sinal aparace, mas a internet não conecta. Ainda está em fase de testes. A antena da foto serve para receber 150 Mbps da UFRJ, que é distribuída para as antenas próximas, estas sim em funcionamento.


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

.

Estação de trem da Supervia de Duque de Caxias

(Forró na Feira)

Baixada Digital, antena na estação de trem da Supervia em Duque de Caxias - Forró na Feira
Sinal da estação de trem vem de antena no alto de prédio da Avenida Presidente Kennedy (atual Leonel Brizola)

O “Forró na Feira”, na estação de Caxias, recebe o sinal de antena no alto de prédio na Avenida Presidente Kennedy (atual Leonel Brizola). Ele atende aos usuários dos trens da Supervia. A teste verificou uma internet com velocidade de 2,5 Mbps.


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

.

Praça Humaitá

(25 de Agosto)

Baixada Digital na Praça Humaitá, bairro 25 de Agosto
Antena no sinal de trânsito na avenida Brigadeiro Lima e Silva

A avenida Brigadeiro Lima e Silva, no bairro 25 de Agosto conta com várias antenas nos semáforos. No teste realizado na altura da praça Humaitá (esquina com rua Gen. Dionísio), a conexão ficou em 1Mbps.


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

.

Praça da rua Mariz de Barros

(25 de Agosto)

Baixada Digita na Praça da Pedreira, rua Mariz e Barros
Antena do Baixada Digital na praça da rua Mariz e Barros

Outro ponto que testamos foi a praça da rua Mariz de Barros, bem no alto do bairro 25 de Agosto. Lá a conexão variou entre 250 kbps e 950 kbps.


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

.

Praça da Rua Dois

(Jardim Primavera)


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

Na praça da Rua Dois, em Jardim Primavera, a antena está localizada no poste ao lado do campo de futebol. A conexão máxima foi de 430 kbps.

Baixada Digital em Jardim Primavera - Praça da Rua Dois
Antena do Baixada Digital em Jardim Primavera, na Praça da Rua Dois

.

Bom Retiro


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

A antena do Bom Retiro fica no alto de um morro e só serve para recepção residencial, ou seja, é necessária uma antena específica para utilizar a internet. Como estávamos apenas com notebooks e smartphones, a conexão não foi testada.

Lá, verificamos que o aparelho de transmissão estava violado. E aparentemente, apenas o material do Baixada Digital. O equipamento da Claro, que divide o mesmo local, parecia estar intacto.

Baixada Digital, antena da Claro em Bom Retiro
Antena da Claro utilizada pelo Baixada Digital no bairro Bom Retiro

.

Praça da estação de Imbariê


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

Baixada Digital na praça da estação de Imbariê
Baixada Digital na praça da estação de Imbariê

Conexão variou entre 1Mbps e 2 Mpbs. Deu para assistir a filmes no YouTube sem esperar o carregamento (vídeo abaixo).

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=BSik-X5fcx4[/youtube]

.

Praça de Parada Angélica


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

Baixada Digital na praça da estação de trem de Parada Angélica
Baixada Digital na praça da estação de trem de Parada Angélica

.

Mangueirinha


Visualizar Baixada Digital em um mapa maior

A antena do Baixada Digital está no alto do morro da Mangueirinha. Só funciona com antena externa direcionada para a torre de transmissão. A velocidade bateu 3 Mbps. Estava a mais de 1500 metros de distância da antena.

Baixada Digital - Antena da Mangueirinha
Baixada Digital - Antena da Mangueirinha

Conclusões

– Internet é rápida. A velocidade é muito maior que a paga na região. Em alguns casos, no interior de Caxias, a internet banda larga não chega nem pelos serviços cobrados.
– Pouca gente no suporte ao usuário. Apenas duas pessoas tiram as muitas dúvidas do público, não apenas no Baixada Digital, mas de todos os projetos do tipo em todo o Estado do Rio de Janeiro.
– Pouco esclarecimento sobre localização das antenas e equipamento necessário. O site ajudaria nisto, pois a instalação requer conhecimentos técnicos mínimos.
– Uso eleitoral do Baixada Digital. O projeto entra na guerra entre os políticos locais. Quem perde é a população que não consegue usar o serviço.

————————

Criamos um site para compartilhar informações mais detalhadas sobre o Baixada Digital: http://baixadadigital.org/


Arthur William

Jornalista e torcedor do Duque de Caxias FC.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookYouTube